Em novembro, nosso hub de conexões comemora 3 anos desde a inauguração. Conheça a nossa história!

Esse mês o Órbi Conecta comemora três anos de inauguração. Três anos desde que abrimos as nossas portas para o ecossistema de inovação de Belo Horizonte e do mundo, três anos em que estamos gerando conexões valiosas para transformar o nosso entorno.

Mais de 12 mil pessoas já passaram pelo nosso espaço, fizemos mais de 3 mil conexõesmais de 150 eventos (e lives) e já movimentamos mais de 3 milhões de reais em negócios fechados entre as empresas orbitantes.

Nosso espaço foi inaugurado no dia 1º de novembro de 2017, mas nossa história começa bem antes.

Desde o início de 2016, quando o Órbi era ainda uma semente sendo cultivada por empreendedores do San Pedro Valley que acreditam no poder do coletivo para mudar o mundo, até hoje, em que somos reconhecidos nacionalmente como um polo que conecta startups de todo o Brasil a grandes empresas, muitas pessoas colaboraram para que essa história fosse tão bem escrita.

Image for post

O Órbi Conecta é feito justamente da dedicação de cada uma das pessoas que contribuiu para que esse sonho se tornasse realidade e continuasse crescendo. Em três anos, a partir do trabalho coletivo e da dedicação de cada um que acredita no nosso propósito, conseguimos transformar o nosso entornopromover a inovaçãoconectar soluções importantes para as empresas que fazem parte da nossa rede e compartilhar conhecimentos de especialistas em inovação e empreendedorismo com pessoas que estão empenhadas em transformar suas empresas.

E hoje viemos contar a vocês a história de como tudo isso começou, essa história que ainda está sendo escrita e que é atravessada por várias outras iniciativas de empreendedorismo que surgiram em Belo Horizonte nos últimos anos. Com vocês, a história do Órbi Conecta:

Tudo começou…

O Órbi nasce do espírito de colaboração do San Pedro Valley (SPV), que é a comunidade de startups de Belo Horizonte. Com nome fazendo uma brincadeira alusiva ao Vale do Silício, o SPV surgiu em 2011 durante encontros informais dos empreendedores das startups BevedDeskmetricsEverwrite Hotmart. Hoje, são mais de 300 empresas de inovação tecnologia que se unem no espírito colaborativo para compartilhar experiências, identificar oportunidades e incentivar outros empreendedores a crescer.

É bastante usual na comunidade San Pedro Valley os empreendedores se reunirem àqueles que lhes são mais próximos para resolverem problemas comuns ou dar dicas que farão um fundador cortar caminhos e evitar erros que outros já tenham cometido.

Desde 2016, o empreendedor Pedro Menezes, co-fundador da insurtech Segfy (então, Cotak), é um desses que contribui e ajuda os empreendedores a acharem bons advogados, contadores, lugares para trabalhar e até banco para os empreendedores abrirem suas contas PJ. Isso mesmo.

Image for post
Pedro Menezes, fundador do Órbi

Em uma das conversas de 2016 no grupo de Whatsapp do San Pedro Valley, Pedro Menezes perguntou se alguém conhecia um banco digital e alguém do banco para conversar e trazer uma demanda existente no ecossistema: uma conta 100% digital, simples e prática para as startups.

Nessa conversa, um dos empreendedores indicou o banco que à época se chamava Intermedium. A possibilidade de abrir contas digitais gratuitas encantou os empreendedores da comunidade e, em junho de 2016, o Inter disponibilizou contas PJ gratuitas com alguns benefícios para a comunidade de startups.

A reunião no (Banco) Inter(medium)

Vários empreendedores do San Pedro Valley participaram dessa primeira reunião com o Inter e, a partir daí, as portas realmente se abriram para que houvesse uma integração entre a comunidade tecnológica de Belo Horizonte e o banco. Dessa parceria surgiu uma oportunidade para o Pedro Menezes conversar com o João Vitor Menin, presidente do Inter, e apresentar a ele os resultados positivos de todas as iniciativas colaborativas que o SPV estava desenvolvendo.

Dessa conversa, surgiu a ideia de construir um lugar onde todas as startups pudessem se reunir, onde o San Pedro Valley pudesse viver no mundo físico, o que já acontecia nos grupos e espaços virtuais.

Image for post
Pedro Menezes e João Vitor Menin na inauguração do Órbi

E, de repente, tudo começou a acontecer! Em menos de uma semana, João organizou para Pedro se reunir com Rubens Menin, presidente da MRV, para apresentar o projeto, e a MRV também aderiu à ideia. Além da MRV, João Menin compartilhou a ideia com Eugênio Mattar, presidente da Localiza, que se interessou em participar dessa história.

Hora de contar a notícia para o SPV: o espaço vai virar realidade!

No mesmo dia em que Pedro se reuniu com a MRV, numa sexta-feira de setembro de 2016, o empreendedor entrou em contato com vários membros do SPV e chamou para uma reunião no Café com Letras, famoso café da Savassi, em Belo Horizonte, para contar a grande notícia: Inter, MRV e Localiza toparam criar um espaço de conexão em colaboração com o San Pedro Valley.

“A gente já saiu daquele encontro com planos e os empreendedores começaram a se reunir e a mensagem começou a ser passada. Foi simplesmente surpreendente organizar essa tarefa de choque de dois mundos, o mundo das startups, da agilidade, high tech, jovens millennials, o mundo onde tudo é muito rápido e exponencial, e o mundo das grandes corporações tradicionais”, relembra Pedro Menezes.

Image for post
Reunião dos empreendedores do SPV no Café com Letras que marcou o início do Órbi

E aí tudo começou a acontecer de forma bem rápida.

Nossa CEO Anna Martins, que na época atuava como advogada de várias startups do San Pedro Valley, participou dessa reunião no Café com Letras e fez parte da criação do Órbi com vários empreendedores que vale citar e agradecer:

Alessandro Garcia e Mônica Hauck, fundadores da Sólides; Alexandre Lopes, fundador da Tagplus; André Lara, co-fundador da Baanko; Bruno Pádua, fundador da Neo Ventures; Diogo Borges, fundador da Signart; Felipe Byrro, fundador da Melhor Plano; Felipe Schepers, fundador da Opinion Box; Jéssica Martins, co-fundadora da RH Prime; Joanna Pagy, fundadora da Jojo Pagy; Leandro Martins, co-fundador da AnyConsulting; Lucas Borges, fundador da Risu, Paulo Caputo, co-fundador da Baanko; Paulo Pinto, fundador da Tríxel; Pedro Vasconcellos, fundador do BeerOrCoffee; Renato Espeschit, sócio da Brasil na Web; Sérgio Campos, fundador da QueroGás, Sílvio Cruz, fundador da Drall Consultoria e Thiago Delgado, fundador da Codificar.

A iniciativa contou também com o apoio dos empreendedores que fundaram o San Pedro Valley e fortaleceram o início dessa comunidade que só cresce, como: Rodrigo Cartacho, fundador da Sympla; Rafael Luiz da AppProva e Trybe; Israel Salmen e Lucas Marques do Meliuz, Max Oliveira da Maxmilhas, Daniel Rodrigues da Take, Pedro Felizzola da Sambatech; Victor Salles da Hekima, Victor Peçanha da Rock Content e Mateus Bicalho, Hotmart.

Image for post
Empreendedores do SPV na inauguração do Órbi

Para trazer representatividade para a comunidade de startups e para as corporações no dia a dia do Órbi, criou-se um conselho consultivo formado por representantes das corporates-fundadoras e por representantes das startups. Além disso, como o Órbi é uma associação sem fins lucrativos, foi formada uma diretoria estatutária e nossa CEO, Anna Martins, iniciou as atividades à frente do ambiente 4.0.

Image for post
Primeira reunião do conselho no espaço do Órbi

Um hub na Lagoinha

Na mesma época, os conselheiros e fundadores do Órbi escolheram o espaço no bairro Lagoinha, que o hub ocupa até hoje, e começaram as obras, com a missão de inaugurar o Órbi Conecta em 2017. As três empresas que estão conosco desde o início — InterMRV Localiza — se juntaram no propósito para que o Órbi deixasse de ser uma ideia e se tornasse realidade, um espaço 4.0 que acelera a conexão entre startups e grandes empresas, gerando mais valor para o ecossistema de inovação.

E se você ainda não sabe porque viemos para a Lagoinha, vale ler esse nosso artigo que explicamos tudo do que acontece por aqui e nosso sonho para a região: sermos um Distrito de Inovação e Criatividade que contribui para ressignificar esse bairro tão degradado.

Image for post
Órbi em obras

E foi dada a partida

Image for post
Fundadores comemoram a abertura do Órbi

No dia 1º de novembro de 2017, o Órbi Conecta abriu as portas para o mundo e começou a entregar todo o valor que havíamos planejado nos últimos anos. Os propósitos que nos conectam, a inovação, a colaboração, o ganha-ganha, a transparência, seguem conosco desde o princípio na missão de entregar mais valor para a Rede Órbi. Ao nosso projeto se juntaram startups, corporações e agentes de inovação que fazem, todos os dias, o Órbi acontecer. Assista ao vídeo da inauguração do Órbi Conecta:

De lá para cá, outras corporações se uniram ao nosso propósito e formam hoje as nossas Líderes de FuturosInterMRVLocalizaRede Mater Dei de Saúde e Sociedade Inteligência e Coração (SIC) são as corporates que apoiam o Órbi e que são responsáveis por trazer para nossa órbita os futuros desejáveis para as áreas essenciais da vida humana: finançasmoradiamobilidadesaúde educação. A elas se somam as Empresas Satélite Patrimar Engenharia e Bamaq Máquinas, que contam com o Órbi para intensificar o processo de transformação cultural e se tornar cada vez mais ágeis e aderentes às tendências de mercado, tendo acesso contínuo à nossa rede de inovação e soluções tecnológicas.

Com a missão de gerar conexões de qualidade para todo o ecossistema de inovação, nos últimos três anos nos empenhamos para desenvolver projetos, promover eventos e criar oportunidades para que ocorram compartilhamentos valiosos entre a nossa comunidade. Assim surgiu o On The RoadÓrbi AcademyRound Table ConectaÓrbi DayOrbitar I/O e várias outras iniciativas que expandem a nossa rede e geram conexões de valor para impulsionar negóciossolucionar problemas e promover a transformação digital.

O nosso nome é Órbi, o sobrenome é ConectaO nosso propósito é a conexão. Conexão de aprendizado, de experiência, de valor, conexão que move. O nosso nome vem de órbita, que liga as trajetórias de todos os corpos celestes para que eles possam se adensar e, com a força gravitacional cada vez mais forte por causa do encurtamento das distâncias, possam atingir o objetivo de mudar o cenário de inovação. Quer fazer parte dessa mudança? Conte com o Órbi!

× Olá!