O Órbi Conecta realizou, entre os dias 3 e 7 de agosto, a segunda edição do On The Road (on-line) Órbi Conecta. O projeto é uma semana de expansão da Rede Órbi para outros estados, acelerando conexões entre startups e corporates e gerando conteúdo de qualidade sobre o ecossistema de inovação. Startups da cidade aplicam para desafios anunciados e as empresas da rede — MRV, Banco Inter, Localiza, Rede Mater Dei de Saúde, SIC e Patrimar — selecionam para uma reunião virtual. Dos dois lados da tela: lideranças.

Após irmos virtualmente para Recife (PE), na segunda edição nos conectamos a Florianópolis (SC), cidade dona da segunda maior densidade de startups do país, com 4,9 empresas para cada mil habitantes, ficando atrás apenas de São Paulo, que será nosso próximo destino.

Conexões corporates e startups

As corporates da Rede Órbi selecionaram 9 startups B2B, com o objetivo de conhecer melhor as suas soluções: CoBlueConnect DataDue LaserFavogoLizaHandOverHolo LabO2O Bots e Yellow Panda Games. Ao todo foram 11 reuniões virtuais realizadas ao longo da semana, com 39 pessoas conectadas, em 6 horas somadas de conexões. Cada uma das startups teve oportunidade de se conectar diretamente às corporates através de reuniões individualizadas, sendo um tempo de qualidade para mostrar como a sua solução se adequa à realidade de cada corporate da Rede Órbi. Quatro startups já saíram com a próxima reunião engatilhada, para que as corporates conheçam mais profundamente a solução para uma possível oportunidade de negócios.

Image for post
Reunião da Due Laser com a SIC

O Órbi também se conectou a 5 hubs do ecossistema de inovação de Floripa — AcateCeltaDarwinHards Sebrae -, com a intenção de compartilhar experiências e oportunidades. “Essa troca entre os hubs nos faz entender um pouco mais a nossa identidade”, afirma Pedro Menezes, co-fundador do Órbi.

Jornada de aprendizados

No aquecimento da semana de conexões com Florianópolis, o Órbi realizou duas lives no YouTube: uma sobre Conexões Corporates-Startups, em que a CEO do Órbi, Anna Martins, recebeu o co-fundador e CEO da Origem.io, André Hotta, e o gestor-executivo de inovação da MRV, Flávio Vidal, para uma conversa; e um bate-papo sobre Potenciais de Florianópolis para soluções e negócios, com o gestor do SEBRAE/SC, Alexandre Souza, e o head de aceleração da HARDS, Odilo Schwade, mediado pelo co-fundador do Órbi, Pedro Menezes. Confira alguns destaques das conversas:

Image for post
Live On the Road Floripa: Conexões Corporates-Startups

“Nós da MRV somos super abertos a startups, a gente tem um site de inovação, que é uma plataforma exatamente para as startups se cadastrarem e para se aproximarem da MRV. A gente lança desafios e em breve vamos lançar a versão 2.0 do site, tamanho tem sido o sucesso dele. Eu acho que é super importante quando a startup entra pelo canal correto e oferece alguma coisa que tenha um link com um desafio nosso, com alguma coisa que a gente está buscando. Quando a gente consegue fazer esse match, de a startup entrar pelo canal correto e entrar oferecendo alguma coisa que a gente está buscando, normalmente a gente consegue ter uma aderência maior”, relatou Flávio Vidal, abordando os cases de sucesso que a MRV teve ao se conectar com startups. Assista aqui.

Image for post
Live On the Road Floripa: Potenciais de Florianópolis para soluções e negócios

“O potencial industrial do estado catarinense tem uma oportunidade muito grande de gerar inovação para o meio das startups. A gente vê que hoje tem muita startup muito legal surgindo no estado justamente aproveitando as oportunidades da indústria catarinense, como sendo uma fomentadora das inovações que estão acontecendo”, comenta Odilo Schwade, ao falar sobre o perfil das startups de Florianópolis e região.

“Aqui no estado, nós estamos falando de entorno de 12 mil empresas de base tecnológica. Quase 90% dessas empresas nasceram startups e agora estão em algum outro momento, mas são empresas de base tecnológica. Para um estado que não representa nem 2% do território brasileiro, esses são números bem impressionantes. Na região da grande Florianópolis, são 4 mil empresas de base tecnológica, numa região muito pequena. Com relação a setores, aqui em Florianópolis a gente tem uma diversidade muito grande, mas principalmente o que a gente vê muito aqui são empresas B2B com soluções para micro e pequena empresas”, complementa Alexandre Souza, gestor do SEBRAE/SC. Assista à live completa aqui.

O Órbi recebeu ainda o André Hotta, que também é diretor de marketing da Darwin Startups, para uma live no Instagram. Hotta, que é um agente importante no ecossistema de inovação de Floripa e atua na aceleração de startups, conversou com Thiago Veloso, agente de conexão corporates do Órbi Conecta, sobre o cenário atual do setor na ilha catarinense:

“Muita gente vê Floripa como um exemplo de ecossistema ou de comunidade de startups. Essas pessoas conhecem Floripa de 2 ou 3 anos para cá, mas nossa história começou muito antes disso. E essa é a dica que eu dou para quem está querendo desenvolver a comunidade: todo mundo quer, em um ano, fazer com que ela se desenvolva e se torne uma Floripa, ou tem gente ainda que quer que se torne um Vale do Silício em um ano, mas essa construção não é rápida. Você precisa começar agora pra colher frutos a médio e longo prazo”, enfatizou André. Assista ao bate-papo completo aqui.

On The Road Órbi Conecta, pelas startups

“Se for para resumir em poucas palavras o On The Road: ‘vale muito a pena’, é possível se conectar com grandes corporates do mercado. Há um participante do On The Road em todas as reuniões intermediando, além disso, depois da reunião esse participante manda um e-mail com os pontos mais importantes levantados na reunião, e às vezes dão até feedback de como foi o seu pitch na reunião, levantando os pontos positivos e o que é necessário melhorar. Em suma, foi uma experiência única, de grande aprendizado e de muita importância para a startup que represento.” Eduardo Ferreira, da YellowPanda

Image for post
Reunião da goLiza com a Patrimar

“Foi um grande prazer para nós da goLiza participar do On The Road e apresentar nossa solução para um potencial parceiro. Esses programas são muito legais, porque viabilizam conversas com empresas que estão buscando inovar. No caso do On The Road, a agenda foi bem positiva, porque a Patrimar está buscando uma ferramenta como a nossa.” Douglas Akira, da goLiza

Image for post
Reunião da Favo com a MRV

“Nós conhecemos o On The Road por uma indicação dos nossos investidores daqui de Florianópolis, e quando a gente viu os desafios foi muito legal, porque tinham três desafios que eram perfeitos para a Favo. A gente teve uma reunião com a MRV, que foi muito legal, e agora nós estamos em contato com eles para ver aonde vai chegar, pode ser uma parceria ou não, mas de qualquer maneira já valeu muito a pena, porque só a oportunidade de ter falado com o pessoal da MRV já foi bem importante.” Raissa Yamazaki, da Favo Tecnologia

Image for post
Reunião da CoBlue com a Patrimar

“A partir do primeiro encontro, a gente já agendou uma reunião com o diretor de RH da Patrimar e a gente está evoluindo na conversa. Eles gostaram da solução e agora eu estou conectando os nossos especialistas para a gente entender de fato a dor da Patrimar e entender de que forma a gente pode entrar com a solução. Em relação ao programa, foi muito rápido e fluido e já abriu portas para a gente, foi uma oportunidade que está surgindo e a gente precisa trabalhar ela agora.” Ananda Ferreira, da CoBlue

Resultados do On The Road Recife

Em junho deste ano, o Órbi realizou a primeira edição do On The Road e nos aterrissamos (virtualmente) em Recife. As corporates da Rede Órbi puderam ver a riqueza de soluções que há no ecossistema recifense. Acese:

On The Road Órbi Conecta — Recife promove 20 conexões empresariais

Em apenas dois meses, o Grupo Patrimar já deu sequência a conexão feita e fechou com a Recruta.ai, uma das startups recifenses que participou do On The Road. A solução já está sendo testada com os colaboradores. Confira aqui os depoimentos dos participantes.

Próxima parada: São Paulo

Nosso próximo destino é São Paulo, cidade que abriga um pouco de cada ecossistema do Brasil e forma o território com maior densidade de startups do país. Por aqui, nós já estamos na fase de revisão e estruturação dos desafios com as corporates da nossa rede.

Alô, comunidade Zero Onze! Alô Cubo, Distrito, State, iCon Hub, MitHub! Estivemos juntos presencialmente em janeiro, durante o Community Summit, fomos muito bem recebidos pelos paulistas e agora é hora de estendermos essas conexões para o virtual.

Participe da nossa semana de conexões! Acompanhe as redes sociais do Órbi (TwitterInstagramFacebook e LinkedIn), que em breve anunciaremos a seleção para o On The Road SP e as novidades das próximas edições.